Busca-se boas ideias para resíduos sólidos

Plataforma Educares promove soluções positivas nas áreas de educação ambiental e comunicação social

Por Rafaela Ribeiro – Editor: Marco Moreira

Mais de 190 experiências sobre educação ambiental e comunicação social na área de resíduos sólidos estão disponíveis na plataforma virtual EducaRES do Ministério do Meio Ambiente (MMA). Essa ferramenta digital tem o objetivo de divulgar ações que ajudem a enfrentar os desafios da implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), proporcionando aos gestores, catadores de material reciclável e cidadãos, a oportunidade de conhecer boas iniciativas de todas as regiões do País.

A Plataforma EducaRES continua recebendo inscrições de práticas de educação ambiental e comunicação social com resíduos sólidos. Os interessados podem utilizar a plataforma para divulgação de suas experiências a qualquer momento, acessando o site e preenchendo a ficha com os dados solicitados.

COMO PROCEDER

As experiências estão disponíveis no site da plataforma para qualquer pessoa acessar, clicando em “ver práticas”. É possível localizar práticas por tipo de público, de resíduo ou regiões e municípios onde a iniciativa ocorre.

É o caso da operação Limpaoca, ação de limpeza em área de manguezais fruto da parceria entre a Associação dos Protetores do Mar e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A coleta dos resíduos na Estação Ecológica Guanabara, localizada dentro da Área de Proteção Ambiental de Guapimirim, no Rio de Janeiro, conta com a participação de 13 catadores de caranguejo e pescadores da região de Itaoca (São Gonçalo).

A coleta é feita em sistema de varredura e os resíduos são levados de barco até a praia de São Gabriel, na Ilha de Itaoca, em São Gonçalo. Na praia o lixo é triado, pesado e enviado para o destino final correto.

INOVAÇÃO

Coordenada pelo Departamento de Educação Ambiental da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (SAIC), a plataforma faz parte da Estratégia Nacional de Educação Ambiental e Comunicação Social para a Gestão de Resíduos Sólidos.

A iniciativa está de acordo com a Lei da Política de Resíduos (12.305/2010), que procura fortalecer as ações educativas e de comunicação voltadas para a necessária mudança cultural que a política exige, em relação à produção, consumo e destinação de resíduos, reunindo e difundindo as iniciativas inovadoras que a própria sociedade tem formulado e experimentado.

FONTE: http://www.mma.gov.br/index.php/comunicacao/agencia-informma?view=blog&id=1081